Ansiedade e Depressão Na Adolescência

Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik

Ansiedade e Depressão na Adolescência são comuns e, melhor, tratáveis!

O adolescente enfrenta uma série de mudanças nessa fase. Além de transformações corporais, existem as emocionais e os hormonais.

Até certo ponto, é natural que os sentimentos sejam intensos. Isso pode incluir comportamentos mais ansiosos ou entristecidos. Afinal, eles estão aprendendo a regular suas emoções.

No entanto, quando essas atitudes passam a durar muito tempo e serem frequentes, podem sinalizar problemas como Ansiedade e Depressão.

Então, aqui você saberá:

  • O Que é Esperado Na Adolescência;
  • Sinais De Alerta Para Ansiedade e Depressão Na Adolescência;
  • Ansiedade e Depressão Vem Juntas?;
  • Sintomas e Causas;
  • Consequências Ansiedade e Depressão Na Adolescência;
  • O Que Não Fazer;
  • Como ajudar;
  • Como Lidar e o Tratamento para Ansiedade e Depressão Na Adolescência;
  • O Papel Da Família No Tratamento.

O Que é Esperado Na Adolescência

Profundas e constantes transformações ocorrem na fase da adolescência. É um período de transição em que o adolescente se desvincula da criança que era para se tornar um adulto em diferentes áreas de sua vida.

Então, devido a tantas mudanças acontecendo ao mesmo tempo, ele pode enfrentar conflitos internos e externos. Também iniciam processos de adaptação social, como aceitação e pertencimento aos grupos. E ainda estão aprendendo a lidar com situações novas e emoções que nunca sentiram.

Ademais, podem se irritar facilmente, ter crises de choro, e experimentaram sentimentos de ansiedade e tristeza com mais frequência. Entretanto, até que ponto isso pode ser considerado normal?

Sinais De Alerta Para Ansiedade e Depressão Na Adolescência

Entendemos que Ansiedade e Tristeza fazem parte da intensidade de emoções que inundam a adolescência. Porém, é importante reconhecer indícios de quando o quadro passa a ser preocupante.

Estes sinais de alerta podem indicar que o adolescente esteja sofrendo com Ansiedade e/ou Depressão:

  • Parece irritado na maior parte do dia, mesmo que os pais não peçam nada que ele não queira fazer;
  • Preocupação frequente – com o corpo, com o futuro;
  • Alterações exacerbadas de humor;
  • Alteração no sono e no apetite;
  • Dores de cabeça, estômago e mal-estar físico recorrentes;
  • Menos energia mesmo em situações que antes traziam prazer;
  • Medos irreais e difíceis de serem controlados;
  • Afasta-se socialmente – evita atividades que antes apreciava;
  • Dificuldade de concentração, atenção e memória – Não consegue fazer tarefas da escola ou prestar atenção nas aulas;
  • Crises de Ansiedade;
  • Sensação de inadequação ou Insuficiência;
  • Auto percepção depreciativa e crítica.

Entenda como Reconhecer a Depressão Na Adolescência

Ansiedade e Depressão Vem Juntas?

 Pode acontecer que Ansiedade e Depressão na adolescência venham juntas. Em alguns casos, a ansiedade ocorre primeiro desencadeando depois a depressão. Outras vezes, um quadro depressivo potencializa crises de Ansiedade. Em suma, podem estar inter-relacionadas.

Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik

Sintomas

Ansiedade e depressão na adolescência apresentam sintomas distintos. Enquanto que o ansioso se preocupa demais, o depressivo perde o interesse, mesmo por atividades prazerosas.

Sintomas de Ansiedade na Adolescência

  • Isola-se de seus amigos;
  • Evita atividades extracurriculares;
  • Parece inquieto e irritável;
  • Apetite e Sono podem se alterar quando ansioso;
  • Dores de cabeça, de estômago, náuseas;
  • Diminuição de desempenho escolar;
  • Se sente pior em situações de Avaliação;
  • Sintomas Físicos como Taquicardia, Sudorese, Hiperfoco no Problema;
  • Pensamentos catastróficos;
  • Dificuldade para Resolução de Problemas.

Conheça tudo sobre Ansiedade na Adolescência

Sintomas de depressão na adolescência

  • Baixa energia e problemas de concentração;
  • Sente-se vazio, sem ânimo e muito triste;
  • Fica facilmente irritado, raivoso e frustrado;
  • Isolamento;
  • Apatia;
  • Desesperança;
  • Falta de perspectiva de Futuro;
  • Baixa Autoestima e valor próprio;
  • Pode haver Pensamentos sobre Suicídio;
  • Automutilação;

Causas

Uma combinação de fatores resulta em ansiedade e depressão na adolescência. Eis abaixo as causas mais comuns:

  • Dificuldades em casa, problemas familiares;
  • Condição médica;
  • Altas expectativas que se sentem pressionados a alcançar;
  • Alterações hormonais e de humor;
  • Histórico de vida que leve ao quadro depressivo;
  • Mudanças corporais e percepção da Autoimagem;
  • Genética;
  • Bullying;
  • Evento de vida traumático.

Saiba mais sobre Suicídio Na Adolescência.

Consequências Ansiedade e Depressão Na Adolescência

Cada paciente terá um conjunto próprio de Sintomas e curso de desenvolvimento da doença.

Apesar disso, as pesquisas científicas recentes evidenciaram estas principais consequências:

Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
  • Apresentam mais chances de desenvolver Ansiedade e Depressão na fase adulta;
  • Menor desempenho acadêmico;
  • Problemas de saúde mental mais graves;
  • Podem ser tornar mais agressivos;
  • Atitude negativa contínua, impactando sua forma de gerenciar e desafios;
  • Dificuldade nos relacionamentos;
  • Sentimentos de solidão e isolamento;
  • Maior propensão ao uso de drogas ilícitas na fase adulta;
  • Episódios de ideação suicida;
  • Visão Negativa da Vida

O Que Não Fazer

Convivendo com um adolescente se encontra nessa condição é de extrema importância saber o que não fazer. Até porque algumas atitudes podem ser gatilho para deixá-lo ainda mais deprimido ou ansioso.

Então, aqui estão algumas dicas. Procure observar seu comportamento e fazer os ajustes necessários para apoiar:

  • Não pressionar a falar do que está sentindo. Escute atentamente e demonstre interesse, com gentileza;
  • Evite minimizar ou invalidar a sua dor;
  • Tente não aumentar o seu estresse pressionando com excesso de prazos, tarefas ou entregas;
  • Não critique suas limitações momentâneas;
  • Punições;
  • Julgar seus comportamentos.
  • Agir como se soubesse tudo que ele sente e exigir que ele se recupere como você gostaria.

Entenda como funciona o Tratamento Psicológico Adolescente.

Como ajudar

Ver alguém que amamos sofrendo é muito doloroso e mexe também com as nossas emoções. Entender seu papel e atuação como rede de apoio é muito importante.

Ao perceber mudanças repentinas no adolescente que indicam ansiedade e depressão, você pode:

  • Expor sua preocupação de maneira amorosa e sem julgamento;
  • Ter uma conversa amigável e oferecer apoio;
  • Estar disposto a ouvir o que ele tem a dizer e não fazer perguntas que sirvam mais para satisfazer suas necessidades do que as do jovem;
  • Incentivar a conversar com alguém, caso não queira se abrir com você;
  • Incentivar atividades prazerosas como música, esporte, contatos ou aulas que tenham a ver com a pessoa;
  • Construir junto com ele um único de momento de troca entre vocês.
  • Buscar e incentivar a adesão ao tratamento especializado.
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik

O Papel Da Família No Tratamento

 O papel da família é de extrema importância porque oferece apoio e suporte. Inclusive, o envolvimento dos familiares favorece melhores resultados no tratamento.

Ainda que o sigilo terapêutico seja sempre respeitado, a família pode receber orientações de melhores estratégias para lidar com o jovem. Aprendendo sobre como seus comportamentos contribuem positiva ou negativamente.

Além disso, podem ter função de auxiliar na regulação emocional durante crises emocionais. Essencialmente, desempenha papel de aliado para com as estratégias de tratamento realizadas em consultório.

E por último, mas não menos importante, todas as manifestações de atenção, amor, carinho e proximidade afetuosa contribuem para a melhora do quadro do adolescente.

Tratamento para Ansiedade e Depressão Na Adolescência

Lidar com adolescentes deprimidos e ansiosos pode ser uma tarefa difícil e angustiante. E quando o fazemos sozinhos ou sem apoio de um profissional especializado em saúde mental, isso se torna ainda mais penoso.

O tratamento seguro e eficaz requer um diagnóstico preciso. Também uma análise detalhada dos sintomas e um tratamento com Terapias Baseadas em Evidências.

Posto isso, estes são os Tratamentos mais recomendados:

  • Terapia Cognitivo-Comportamental – TCC – Uma das estratégias mais eficazes e bem-sucedidas para tratar tanto a Ansiedade como da Depressão entre os adolescentes.

Em resumo, a terapia cognitivo comportamental possui uma abordagem estruturada envolvendo sessões regulares com ênfase em mudança de padrões de pensamentos, emoções e comportamentos. Ajudando o adolescente a aprender a regular suas Emoções e minimizar os sintomas.

Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik
Ansiedade e Depressão Na Adolescência Foto: Freepik

Saiba mais sobre Terapia Cognitivo-Comportamental O Que É, Para Que Serve, Técnicas E Como Funciona.

  • Medicamentoso – A medicação também poderá ser usada em casos de ansiedade e depressão na adolescência. No entanto, somente em casos específicos e com prescrição realizada por um psiquiatra.

Eventualmente, a combinação de terapia e medicamentos pode levar a uma melhor resposta de tratamento. Lembre-se de que ansiedade e depressão na adolescência são tratáveis.

Por essa razão, é fundamental buscar um Psicólogo especialista em Adolescentes que oriente quanto ao melhor plano de Tratamento.

Então, ao observar mudanças no humor e comportamento do Adolescente busque auxílio profissional para uma avaliação criteriosa. Quanto antes se inicia o Tratamento, melhor a resposta dos sintomas ansiosos e depressivos.

Conheça a Psicóloga Fabíola Luciano

YouTube Psicóloga Fabíola Luciano

Psicóloga Fabíola Luciano – CRP 104468

Especialista pela Universidade de São Paulo – USP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Recentes

São Paulo, 04 de julho de 2022, por Psicóloga Fabíola Luciano – A Depressão Infantil existe e hoje você saberá

São Paulo, 24 de junho de 2022, por Psicóloga Fabíola Luciano – O que é Desregulação Emocional? Aqui no blog

São Paulo, 23 de março de 2023, por Psicóloga Fabíola – Diferentes eventos, situações, hábitos, pessoas, memórias, áreas da vida