Como Tratar Compulsão Alimentar?

Como Tratar Compulsão Alimentar Foto: Freepik
Como Tratar Compulsão Alimentar Foto: Freepik

São Paulo, 26 de abril de 2023, por Psicóloga Fabíola Luciano – Especialista pela USP – Entenda tudo sobre Como Tratar Compulsão Alimentar com efetividade. Também saiba dos seus benefícios, importância e como o tratamento pode lhe ajudar!

A Compulsão Alimentar é um Transtorno Alimentar caracterizado por episódios compulsivos de descontrole com a comida. Muitas vezes as compulsões estão ligadas a dificuldade de gerenciar os sentimentos e a comida vem como uma tentativa de regular estas emoções. 

Logo, afeta a saúde física e mental, a imagem corporal e a autoestima das pessoas, merecendo atenção, apoio e tratamento especializado para Compulsão Alimentar.

Por essa razão, descubra Como Tratar Compulsão Alimentar, como é feito o diagnóstico. Também porque é importante tratar, como funciona o tratamento, quais as fases, duração e Benefícios do Tratamento

O que é Compulsão Alimentar?

É um distúrbio alimentar diagnosticado no paciente que, com recorrência, come grandes quantidades de comidas com a sensação de descontrole e arrependimento posterior. Por fim, são os chamados Episódios Compulsivos.

Leia também: Diferenças entre Compulsão Alimentar e Comer Emocional 

Sintomas de Compulsão Alimentar

Um exagero num almoço de rodízio em churrascaria, não será enquadrado como Compulsão Alimentar. Sair do planejamento alimentar, tampouco. 

Para que seja diagnosticada como Compulsão Alimentar os sintomas seguem critérios de repetição. Então, somente um evento ou eventos isolados não são parte do diagnóstico de Transtorno de Compulsão Alimentar.

Veja abaixo alguns dos sintomas:

  • Comer uma quantidade exagerada de comida mesmo sem fome ou depois de já se sentir satisfeito;
  • Durante os episódios ingere os alimentos mais rapidamente;
  • A pessoa sente um impulso muito forte que ela não consegue frear, é como se ela precisasse comer;
  • Não tem controle sobre o momento de parar;
  • Sente-se culpado após os episódios compulsivos;
  • Preocupação muito grande com sua autoimagem e geralmente se sente desconfortável com ela.
  • Experimenta episódios compulsivos seguidos de angústia, vergonha, culpa e estresse;

Saiba mais sobre Compulsão Alimentar

Compulsão Alimentar Tratamento Foto: Freepik
Como Tratar Compulsão Alimentar Foto: Freepik

Porque é Importante Tratar a Compulsão Alimentar?

Quem olha de fora pode ter a ingenuidade de achar que é simples parar os episódios de Compulsão Alimentar. Quem vivencia o cotidiano das Compulsões sabe o quanto é difícil, às vezes impossível parar um episódio compulsivo.

A Compulsão Alimentar não se trata com força de vontade, mas sim com Tratamento Especializado e Baseado em Evidência Científica.

Portanto, iniciar o tratamento é fundamental porque é um diagnóstico que afeta em demasia a vida dos pacientes. Comer é uma necessidade básica e diária, já se deu conta do peso de lidar com um “inimigo” que não sabemos como enfrentar, mas está conosco todos os dias?  É enorme.

Por isso muitos pacientes se sentem desesperançosos. São tantos anos lutando uma batalha que parece nunca chegar ao fim. E da qual, ao mesmo tempo, não podemos nos retirar, porque precisamos comer para viver.

Saber Como Tratar Compulsão Alimentar é fundamental porque os episódios compulsivos infelizmente não diminuem sozinhos ou com o passar do tempo. Portanto, o Tratamento é a porta para uma vida mais equilibrada, leve e saudável.

Leia mais: O que Leva uma Pessoa a Ter Compulsão Alimentar?

Como é Feito o Diagnóstico?

O diagnóstico é feito por um profissional especializado em Compulsão Alimentar. Não existem exames clínicos para fechar diagnóstico.

O profissional irá fazer perguntar sobre o histórico de vida do paciente. E checando os sintomas, intensidade, frequência e recorrência.

Por fim, baseado em todos os dados clínicos coletados, ele poderá confirmar o diagnóstico. E, de acordo com a sua necessidade específica, ele o direciona a um tratamento especializado e adequado.

Tratar a Compulsão Alimentar Foto: Freepik
Como Tratar Compulsão Alimentar Foto: Freepik

Como Tratar Compulsão Alimentar?

Como tratar Compulsão Alimentar se baseia em terapia com psicólogo especialista em compulsão alimentar, nutricionista também especializado.

E, somente se necessário, o uso de medicamentos. Normalmente, o quadro tende a evoluir muito bem através da abordagem multidisciplinar. 

Desta forma, a equipe que acompanha o paciente se mantém unida para construírem juntos o melhor plano terapêutico de acordo com as necessidades daquele paciente.

Logo, buscar profissionais capacitados faz toda a diferença.

Sobre o tratamento psicológico, resultados muito significativos em pacientes diagnosticados com Compulsão Alimentar são encontrados na abordagem TCC – Terapia Cognitiva-Comportamental. 

Portanto, no próximo tópico você descobrirá como funciona, fases, duração e benefícios dessa metodologia. Confira!

Confira: Tratamento da Compulsão Alimentar 

Melhores Formas em Como Tratar Compulsão Alimentar 

Os estudos evidenciam que o tratamento da Compulsão Alimentar com TCC – Terapia Cognitiva-Comportamental tem se mostrado extremamente eficaz, sendo considerado padrão ouro para Compulsão Alimentar.

Logo, por meio dela, se nota redução significativa dos sintomas e boa manutenção.

Atualmente também temos a Terapia Dialética Comportamental, uma abordagem que se conecta com a terapia cognitiva em alguns pontos. 

Além disso, ela amplia o tratamento oferecendo um vasto repertório de Treinamento de Habilidades que ajudam na diminuição dos episódios compulsivos.

Fases do tratamento 

O Tratamento para Compulsão Alimentar passará por algumas fases com objetivos específicos. Isso será melhor definido durante as consultas, quando for construído o plano de Tratamento.

Ainda assim, vamos elencar alguns dos temas pertinentes ao tratamento, de forma a elucidar caminhos que ele percorrerá.

  • Fase I – Identificação dos sintomas, monitoramento de frequência e intensidade, percepção dos gatilhos, pensamentos disfuncionais que amparam as compulsões, reforçadores dos comportamentos compulsivos, explicação do ciclo da Compulsão Alimentar.

 

  • Fase II – Técnicas de reformulação de pensamentos e reestruturação cognitiva, Identificação e Manejo das Emoções durante os episódios compulsivos, desenvolvimento de habilidades para lidar com os gatilhos identificados e os episódios de Compulsão. 

 

  • Fase III – Acompanhamento das técnicas e habilidades aprendidas com foco na manutenção do tratamento e prevenção de recaídas. 

Duração do Tratamento 

A duração em Como tratar Compulsão Alimentar dependerá de vários fatores como gravidade do quadro, tempo de persistência dos sintomas e equipe envolvida no tratamento. Ademais temos o tempo de resposta e evolução individual de cada paciente. 

Nenhum profissional pode afirmar seguramente qual será o tempo necessário para remitirem os sintomas. Apesar disso, esta perspectiva pode ser discutida nas consultas iniciais, alinhando a conduta terapêutica ao objetivo do paciente.

Descubra sobre a Terapia Cognitivo-Comportamental O Que É, Para Que Serve, Técnicas e Como Funciona

Benefícios do Tratamento da Compulsão Alimentar Foto: Freepik
Benefícios do Tratamento da Compulsão Alimentar Foto: Freepik

Benefícios do Tratamento da Compulsão Alimentar

Os benefícios em Como tratar Compulsão Alimentar são inúmeros e trazem resultados importantes. Assim sendo, aqui estão listados alguns deles:

  1. Redução dos Episódios Compulsivos;
  2. Compreensão do Ciclo da Compulsão Alimentar;
  3. Técnicas para Lidar com os Episódios Compulsivos;
  4. Reconhecimento dos Gatilhos da Compulsão;
  5. Reestabelecer relação harmônica com a Alimentação;
  6. Melhora na Imagem Corporal;
  7. Melhoria na Autoestima;
  8. Aprender sua relação com a Saciedade;
  9. Estratégias para Comer com mais Consciência;
  10. Diminuição do Comer Emocional;
  11. Gerenciamento Emocional;
  12. Construção de Novas Habilidades para Lidar com a Compulsão;

A relação com a comida é muito importante. Assim como a sensação de bem-estar conosco. Nesse sentido, com esses pilares afetados a vida entra em desequilíbrio. 

Se você sofre com os sintomas e impactos gerados pela Compulsão Alimentar busque por tratamento especializado. Ele te apresentará novas possibilidades e formas de reconquistar o equilíbrio na relação com a alimentação.

Também, e principalmente, te possibilitará construir uma relação harmoniosa consigo.

Conheça a Psicóloga Fabíola Luciano

YouTube Psicóloga Fabíola Luciano

Psicóloga Fabíola Luciano – CRP 104468

Especialista pela Universidade de São Paulo – USP 

Uma resposta

  1. Boa tarde, Psicóloga Fabíola Luciano…?
    Esse conteúdo me ajudou muito. Nossa, como eu preciso melhorar e me tratar. Sinto um impulso repentino quando estou chateada e procuro logo aquele doce ou sanduíche…e isso mesmo que você descreveu…obrigada pelo seu blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Recentes

Cirurgia Bariátrica – O que é a Avaliação Psicológica?, Porque fazer Avaliação Psicológica?, O Reganho de Peso Pós Cirurgia, Laudo

Depressão na Adolescência – O que é, Causas, Sintomas, Fatores de Risco, Estatísticas, Quando os Pais devem se preocupar, Diagnóstico,

Inteligência Emocional: Entenda o que é  Baixa Inteligência Emocional, Inteligência Emocional e Porque é Tão Importante Desenvolvê-la. O que é Inteligência