crise-de-ansiedade-psicologa-fabiola-especialista

Crise de Ansiedade – O que é, Causas, Como reconhecer uma Crise, Diagnóstico, Como combater uma Crise, Remédios para Crise de Ansiedade.

O que é uma Crise de Ansiedade?

A Crise de Ansiedade surge quando o paciente passa a se sentir excessivamente ansioso. Surgem sentimentos intensos como Preocupação, Euforia, Medo, Angústia, e diversas emoções combinadas que causam mal estar físico e Psicológico.

A maneira como vivemos atualmente, sob grande estresse e cobranças, faz com que seja considerado normal se sentir ansioso quase diariamente. Assim, todas as pessoas podem passar por uma Crise de Ansiedade em algum momento da vida. Porém, o problema pode ser tornar mais grave quando as crises passam a ser constantes e atrapalham no cotidiano.

Existem também outros tipos de transtornos relacionados à Ansiedade, como Síndrome do Pânico, Fobia Social, TOC, Estresse Pós-Traumático, Transtorno de Ansiedade Generalizada e Fobias Específicas. De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, cerca de 264 milhões de pessoas no mundo sofrem com Transtornos de Ansiedade.

 

Causas da Crise de Ansiedade

Uma Crise de Ansiedade pode acontecer por diversos fatores e é preciso levá-los em consideração.

É difícil saber qual a exata influência de cada fator, mas é importante dar um destaque especial ao momento de vida do paciente. Situações prolongadas de estresse em qualquer aspecto da vida podem ser um grande desencadeador. Isso vale desde uma relação difícil com o chefe a uma perda por luto, tudo que desestabilize o emocional pode contribuir.

Crise-de-Ansiedade-tratamento-psicologa-especialista

 

O ambiente em que a pessoa vive deve ser considerado, bem como o histórico de vida como um todo, vivências hostis podem pesar com o passar dos anos e frequência.

Fatores genéticos também influenciam no desenvolvimento do transtorno, assim como uso excessivo de álcool e drogas, traumas, estresse, doenças hormonais e físicas.

E por último, mas não menos relevante, a mentalidade e a forma como a pessoa lida com questões do dia a dia também podem desencadear em uma crise. A estrutura de pensamento de cada paciente pode fazer as crises aumentarem muito, inclusive parte indispensável do tratamento é desenvolver uma reestruturação cognitiva, ajudando a pessoa a criar uma nova forma de pensar que seja mais favorável.

Como reconhecer uma Crise de Ansiedade?

É preciso prestar atenção aos sintomas para que a Ansiedade não seja confundida com alguma doença que pode gerar sensações parecidas.

Os sintomas das crises geralmente são Físicos e Psicológicos.

Veja alguns dos sintomas que ajudam a reconhecer a Crise de Ansiedade:

Sintomas Físicos:

  • Boca seca
  • Picos de calor ou de frio
  • Falta de ar
  • Taquicardia
  • Enjoo
  • Tontura
  • Tensão
  • Nervosismo
  • Sensação de Desmaio
  • Formigamento
  • Desconforto Gastroentestinal

 

Sintomas Psicológicos:

  • Medo Constante
  • Irritabilidade
  • Preocupação Exagerada
  • Pensamentos Fora do Controle
  • Dificuldade de Concentração
  • Dificuldade de Relaxar
  • Pensamentos Catastróficos
  • Angústia
  • Insônia
  • Inquietação
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer ou está acontecendo
  • Sensação  de Morte

 

Diagnóstico da Crise de Ansiedade

O Diagnóstico de uma Crise de Ansiedade pode ser feito um Psiquiatra ou por um Psicólogo.

A análise é feita a partir do histórico do paciente, que deve informar todos os seus sintomas físicos e psicológicos, há quanto tempo vem enfrentando estes sintomas e com que intensidade eles ocorrem. Além disso, é importante saber se a pessoa tem familiares próximos que também sofrem com problemas parecidos, para entender a predisposição genética.

Baseado nestes dados o profissional poderá chegar a um diagnóstico preciso e já propor uma conduta terapêutica pensando em Tratamento para a Crise de Ansiedade.

 

Como Combater a Crise de Ansiedade

Primeiro é preciso verificar quais são os fatores que tem desencadeado as Crises de Ansiedade.

Dentre muitas possibilidades é importante entender se elas estão sendo motivadas por situações que a pessoa esteja vivendo e encontrando dificuldade ou medo de enfrentar.

Para combater as Crise de Ansiedade deve ser iniciado um Acompanhamento Psicológico. Este tratamento vai mapear as vulnerabilidades emocionais do paciente e ajudá-lo a encontrar estratégias eficazes para manejar tanto a ansiedade como as situações gatilho da crise.

 

Somente com Tratamento o paciente vai aprender este auto gerenciamento emocional, entretanto, algumas dicas podem ajudar:

  1. Avalie seus Pensamentos sem Hiperfocar neles
  2. Faça Exercícios de Respiração
  3. Crie Rotina de Atividade Física
  4. Procure Momentos de Relaxamento Mental

Remédios para a Crise de Ansiedade

Existem diversos medicamentos que podem ser usados para ajudar a controlar e combater uma Crise de Ansiedade. Normalmente, para conter os sintomas da crise, são usados benzodiazepínicos.

Os medicamentos são prescritos por um Psiquiatra, que irá acompanhar e ajustar a administração do uso conforme o caso.

É válido ressaltar, que a medicação tem um papel fundamental em muitos casos. O remédio servirá como uma ferramenta de apoio, diminuindo os sintomas momentaneamente, porém somente o tratamento farmacológico não é recomendado. Isso porque, apesar de reduzir sintomas, o medicamento não ajudará o paciente a reconhecer e enfrentar os desencadeantes da crise, que é a parte mais importante.

Para isso é indispensável o tratamento psicológico com Psicólogo especializado.

As crises tendem a aumentar frequência e intensidade quando não tratadas, não deixe de buscar acompanhamento especializado.

 

 

Psicóloga Fabíola Luciano – CRP 104468

Psicóloga Especialista em Terapia Cognitiva Comportamental pela USP

Conheça a Psicóloga Fabíola Luciano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato!