Como Funciona O Tratamento De TOC?

Como funciona o tratamento de TOC - Foto: Freepik
Como funciona o tratamento de TOC - Foto: Freepik

São Paulo, 01 de abril de 2023, por Psicóloga Fabíola – Saber Como Funciona O Tratamento De TOC pode dar início ao alívio dos sintomas que tanto perturbam. Portanto, saiba tudo sobre os melhores Tratamentos para TOC e como tratar com êxito!

O TOC – Transtorno Obsessivo-Compulsivo é mais comum do que imaginamos. Inclusive, já há estatísticas que apontam cerca de 1 a cada 10 pessoas desenvolvem ao longo da vida esse transtorno de ansiedade.

E a boa notícia é que, felizmente, os tratamentos para o TOC estão sendo cada vez mais eficazes. Logo, resultando em uma melhora significativa no quadro clínico do paciente.

Sendo assim, pesquisas mostram que 80% dos que são tratados com TOC conseguem aliviar e até mesmo eliminar os sintomas. Por essa razão, é recomendável iniciar o tratamento especializado para TOC o quanto antes para ter uma melhor qualidade de vida e bem-estar.

Você poderá encontrar aqui: Como funciona o Tratamento de TOC, Tratamento de TOC pela TCC, Explicação da Técnica EPR para TOC, Quais os Resultados da EPR para TOC, Porque fazer o Tratamento Especializado e Benefícios do Tratamento.

Como Funciona O Tratamento De TOC?

tratamento de TOC passa por Terapia especializada e em alguns casos, de

acordo com a indicação, o uso de medicamentos prescritos por um Psiquiatra.

Existem várias abordagens da Psicologia para o tratamento de TOC, dentre elas se destaca a TCC – Terapia Cognitiva-Comportamental, que é uma Prática Baseada em Evidências Científicas e as pesquisas mostram sua eficácia para reduzir os sintomas.

Como principal estratégia de tratamento na TCC, temos a Exposição e Prevenção de Resposta (EPR) que auxilia gradualmente no enfrentamento das situações temidas, gerando autonomia ao paciente e redução dos sintomas.

E, por fim, existem os medicamentos que, dependendo da intensidade dos sintomas, podem ser recomendados em combinação com o tratamento psicológico especializado.

Leia mais: Principais Tipos de TOC – Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Como Tratar TOC Com Terapia Cognitiva-Comportamental (TCC)?

A TCC é utilizada com sucesso em tratamento de TOC e também em muitos transtornos psicológicos devido a sua eficácia. Sendo considerada padrão ouro para o Tratamento de TOC.

O tratamento passa por algumas fases ou etapas. Assim, conforme vamos atingindo os objetivos de uma fase, teremos construído um alicerce sólido que nos permite avançar para uma próxima fase do Tratamento.

Vale lembrar que busco trazer mais entendimento sobre os caminhos por onde passam o Tratamento para TOC baseado na Terapia Cognitiva Comportamental. Porém, isto não é um manual, não são regras e cada paciente deverá ser avaliado individualmente para que possa ser estabelecida uma conduta clínica assertiva e eficaz.

Tratamento de TOC Foto: Freepik
Tratamento de TOC Foto: Freepik

Posto isso, podemos citar resumidamente parte da estratégia de tratamento:

Fase de Avaliação

Nesta fase, o paciente passa por uma avaliação diagnóstica. Também será introduzido ao plano geral de tratamento e analisamos sua indicação a um Tratamento para TOC na Terapia Cognitiva Comportamental.

Fase Inicial

A próxima fase se baseia no modelo de tratamento (Cognitivo Comportamental) que será aplicado, sendo:

  1. – Explicação do Funcionamento do TOC
  2. – Identificação dos Sintomas – Descrevendo Obsessões e Compulsões;
  3. – Avaliação da Intensidade dos Sintomas e Hierarquização
  4. – Orientação para Auto Monitoramento quanto ao Ciclo do TOC
  5. – Explicação dos Gatilhos Individuais para agravamento dos Sintomas
  6. – Aplicação e Explicação das Técnicas Cognitivas que serão introduzidas e do Modelo Cognitivo.

Com o conhecimento e prática adquiridos na primeira etapa, o paciente começa a ter mais segurança, então podemos avançar.

Fase Intermediária

A segunda fase do tratamento envolverá:

  1. Estabelecer Conexão entre os Sintomas e a Ansiedade
  2. Respostas esperadas da Ansiedade no paciente com TOC
  3.  Manejo adequado da Ansiedade
  4.  Treinamento de Regulação Emocional
  5.  Aprender a administrar o Ciclo do TOC
  6. Técnicas Cognitivas e Comportamentais para Manejo do TOC
  7. Introdução à Exposição e Prevenção de Resposta
  8. Inserção dos Exercícios de EPR

Nesta fase, vamos caminhando para a prática gradualmente. Isso quer dizer que com todo treinamento até aqui, o paciente se sentirá seguro suficiente para lidar de forma mais assertiva com o TOC.

Através disso, ele deixa de ser refém dos sintomas que o deixam em desespero para um comportamento mais confiante. Assim, possibilitando o enfrentamento necessário para manejar o TOC até que seja introduzido aos exercícios de EPR.

Além disso, há a supervisão e a ênfase em continuar com as Técnicas Cognitivas e Comportamentais, que auxiliarão na remissão dos sintomas.

Conforme dito anteriormente, cada caso deve ser avaliado individualmente. E o Plano de Tratamento será determinado tomando em consideração o tipo de TOC, frequência e intensidade dos sintomas e impacto na rotina do paciente.

Como Funciona A Exposição E Prevenção De Resposta (EPR) para Tratamento de TOC?

A EPR é uma metodologia usada com extrema eficácia para Tratamento de TOC. Ela é a chave para o Tratamento especializado em TOC.

Sendo assim, A EPR visa cessar comportamentos repetitivos, que mantém o ciclo do TOC, tais como as compulsões.

Logo, inicia o paciente em um novo ciclo, desta vez positivo. Após aprender exatamente o que fazer e ser treinado para agir com efetividade o resultado será a diminuição gradual das Compulsões e das Obsessões. Atingindo o êxito no Tratamento.

Então, a Exposição e Prevenção de Resposta consiste em:

  • Na Exposição, o paciente aprenderá a enfrentar e confrontar os próprios pensamentos e comportamentos repetitivos até que eles desapareçam. (Isso é chamado de habituação que significa colocar a pessoa em exposição repetidas vezes ao problema ou a situação temida, até que haja uma adaptação funcional levando à diminuição dos sintomas);
  • A Prevenção de Resposta, conduzirá o paciente a abandonar as Compulsões, Evitação ou Comportamento de Fuga. Porém, como em todo o Tratamento de TOC, isso é feito de forma gradual e consentida.

Chega um momento em que o paciente se sente seguro para engajar em novos comportamentos, então não é uma obrigação que gera ansiedade. Mas sim, uma nova possibilidade libertadora construída no tratamento.

Confira também: Transtorno Obsessivo-Compulsivo – TOC

Tratamento de TOC Foto: Freepik
Tratamento de TOC Foto: Freepik

Como Ocorrem os Exercícios de Exposição e Prevenção de Respostas – EPR?

Os exercícios de EPR funcionam como uma metodologia prática. Eles são escolhidos em comum acordo entre terapeuta e paciente, de forma que este fique confortável.

A ideia é construir estes exercícios dentro das sessões de terapia e também para que o paciente execute no intervalo das sessões no consultório.

É muito importante levar em conta que somente iniciamos a EPR quando o paciente se sente pronto para isso. Não será logo no começo.

O TOC gera muita ansiedade e desconforto, portanto, se estes exercícios forem conduzidos de forma equivocada o resultado pode não somente ser ineficaz, como produzir piora nos sintomas. Por isso é imprescindível buscar um Tratamento Especializado para TOC.

Desta forma, introduzimos a Exposição, que consiste no enfrentamento ou contato com o que incomoda o paciente (lugares, objetos, situações que evita, pessoas, medos, etc).

Lembrando que isso pode ser proposto de diversas formas, inclusive palavras, fotos ou imagens mentais antes de uma aproximação real. Sempre gradualmente.

E a Prevenção de Respostas ou rituais consiste na abstenção de qualquer comportamento que levariam a aliviar a ansiedade ou medo. (Compulsão)

Jamais começamos com as situações mais difíceis aqui. Como em todo o tratamento o paciente construirá uma confiança que ainda não tem, e para tanto, o importante não é a velocidade, mas a segurança.

Inicia-se a EPR com situações que geram menos ansiedade e poderão ser executadas com êxito. Com o passar do tempo, o paciente se sentirá seguro para enfrentar as situações que antes de iniciar o tratamento lhe pareciam impossíveis.

Qual o resultado da EPR?

Se a técnica for bem aplicada, dentro de um plano de Tratamento eficiente, após repetir a EPR por algum tempo, o resultado será a diminuição ou remissão dos Sintomas Obsessivos Compulsivos.

Tratamento de TOC com TCC Foto: Freepik
Tratamento de TOC com TCC Foto: Freepik

Porque fazer o Tratamento para TOC?

O paciente com TOC apresenta um nível elevado de ansiedade que compromete muito a rotina. Isso porque o TOC gera muito sofrimento.

As Obsessões e Compulsões podem ser tão invasivas e assustadoras que fazem com que a pessoa passe a vivenciar excessivamente as angústias, medos e pensamentos que rondam sua cabeça. Assim, se desconectando um pouco do “mundo real” para mergulhar na realidade apresentada pelo Transtorno Obsessivo Compulsivo.

Com o Tratamento o Transtorno fica sob controle, os sintomas diminuem ou zeram e o paciente pode retomar sua vida normalmente, dedicando seu tempo e atenção ao que realmente lhe importa.

Quais os Benefícios do Tratamento de TOC?

Por fim, o tratamento de TOC traz inúmeros benefícios, dentre eles:

  1. Redução dos Sintomas
  2. Diminuição da Ansiedade
  3. Aumento da Auto Confiança
  4. Diminuição da Sensação de Descontrole
  5. Melhorar Controle das Suas Emoções
  6. Maior Controle dos seus Pensamentos
  7. Deixar de evitar lugares os Situações pelo Medo
  8. Repertório Comportamental mais Assertivo
  9. Aprendizagem de Técnicas para TOC
  10. Melhora nos Relacionamentos prejudicados pelos Sintomas

Realmente conviver com o Transtorno Obsessivo Compulsivo é um grande desafio. O Tratamento é muito eficiente e pode devolver a leveza de não sofrer com as Obsessões, Compulsões, Ansiedade e todo o conjunto de prejuízos que vem junto à eles.

Se você é portador do diagnóstico de TOC, busque tratamento especializado. Depois de começar e sentir a diferença você se agradecerá muito por ter passado pelo Tratamento.

Conheça a Psicóloga Fabíola Luciano

Facebook Psicóloga Fabíola Luciano

Psicóloga Fabíola Luciano – CRP 104468

Especialista pela Universidade de São Paulo – USP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Recentes

O que é TDAH? O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade é um transtorno que aparece na infância e

Recebendo o Diagnóstico de diabetes infantil: Para os pais, receber o diagnóstico da diabetes infantil pode ser bastante complexo, muitas

Entenda o que é a Síndrome de Tourette Tratamento, suas Causas, Sintomas e Diagnóstico. O que é Síndrome de Tourette?